sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Pulp Fiction!

então apareceu esse cara aqui em casa. ele era alto, usava calças jeans e chinelos. acho que era do Recife. parecia um personagem do Amarelo Manga, ou quem sabe o Selton Mello do Árido Movie. ele tem uma banda de vários estilos, e disse que em determinados países tem McDonald`s de acordo com os preceitos da religiosos. eu tava com aqueles caras com quem fazia teatro em Ipanema, e esse cara que tinha uma banda underground, disse: eu vou no McDonald`s. olhei pro ator politizado pra ver a sua reação. ele disse: McDonald`s é um lixo! prefiro comer no Bob`s. o cara da banda disse: cara, o McDonald`s é mais barato, e mais gostoso. o politizado disse: eles exploram as pessoas, argh! olhei pro cara da banda que respondeu: o Bob`s também. ele atravessou a rua e disse. eu vou nessa! não entendi quando aquele cara disse que o Tarantino se repetia. ele disse: vai, por mim. concordei. eu quero perguntar a ele se o Pulp Fiction não é uma obra prima. e se uma obra prima não basta para um criador. pois assim como Nabokov não era só Lolita, chegar a um livro que é unanimidade de público e de critica não é quase impossível. mesmo cravar um livro entre os mais lidos de uma país. tudo porque uma vez um cara me disse: tendo MacDonald`s se come bem em qualquer lugar do mundo. independente da cultura. lembrei que ele disse isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário