sábado, 23 de julho de 2016

O Homem que Curou a Doença Incuravél!

o homem gordo de barba tinha uma intimidade enorme com Deus. chegava a dar inveja. eu sentia vergonha dos meus pecados. de repente ele falava algumas palavras em outra língua. daqui a pouco começava a ditar palavras que eram repetidas como oração pela multidão de fieis. “eu tenho AIDS.” ele puxou o fiel para perto de si. “você está curado!”. o homem fez sinal para a assistente. “fura o meu dedo!” ela furou o dedo do fiel. o homem misturou o seu sangue ao sangue do outro. “Se você tem AIDS eu tenho também! Vai embora, você está curado!”.  agora surgia na câmera um exame que atestava que ele estava curado. eu pensava que deveria falar sobre aquilo. dizer a todo mundo que existia um homem no Brasil que podia fazer o cego enxergar, e a pessoa que não podia andar se levantar de uma cadeira de rodas. quando a enfermeira meteu o dedo na televisão. “hora de tomar o remedinho para dormir...” mas eu fui para a cama pensando que deveria divulgar aquele milagre.