quarta-feira, 24 de julho de 2013

Subúrbio...

uma menina preta passa com o namorado preto. ele diz: cala a boca, oh, você só fala merda! ela mete a mão na cara do filho da puta e diz, cala a boca é o caralho! corta pra ele de novo. subúrbio. pô, cara, eu queria ler um livro que eu vi naquele sebo que fica embaixo do viaduto da Lobo Júnior...  ele se chama O Porteiro da Noite... dei mole. subúrbio. o Thiago da Dulcineia. o Thiago da Conceição. o Leandro da Belisário. o Leandro do Prédio. subúrbio. plataforma. subúrbio. o cara no buraco da Penha. o cara paga vinte reais em dois bifes desse tamanho! subúrbio. como é que tá o rap? tá bem! como é que tá o charme? tá bem! como é que tá o rock? tá bem, também! subúrbio. corta pra um bêbado no bar, eu conheço esse cara, é o cara do rap! subúrbio. vai lá assistir o jogo com nós... subúrbio. toca a bola, sangue bom. caralho, da antiga, aí! só relíquia. subúrbio. pai, vai com essa barriga do lado de fora? maior micão, aí! você vai me buscar assim? maior micão, aí! subúrbio. Parque Shangai, subúrbio. você só anda de tênis? só. subúrbio. aí aquele cara começou a dançar caindo em cima de mim. gente, medo. subúrbio. eu cortei o meu dedo cortando laranja, vi o sangue escorrer, e saí gritando e chorando no meio da rua... ah, o meu dedo! oh, o meu dedo! subúrbio. como é que tá o livro? o livro tá bem! subúrbio. e a banda? tá indo bem! subúrbio. vai chupar, ou vai lamber! senta, senta, senta na piroca! subúrbio. menina, você acredita que no casamento do Naldo... subúrbio. O Dia. O Meia-Hora. O Extra. O Globo. Na Globo todo dia. uma colher de açúcar. uma colher de sal. o dia da eleição. Festa da Couto. subúrbio. feira da Montevidéu. subúrbio. Feirinha de Itaipava. católico. macumbeiro. espírita. budista. crente. subúrbio. a menina me olha, e diz. ter que ver esse tipo de coisa no meio da rua! lembro Cartola que dizia, quando eu passo, a gurizada pasma, horrorizada, como quem vê um fantasma, e o esqueleto humano, assim, vai, cambaleando, quase cai, não cai. esse cara estudou comigo. ele é casado com uma prima minha. um moleque fala com a mãe cantando: mãe, eu posso ficar com o troco do pão? maquininha de música. Maluco Beleza. Vida Louca. Papel de Pão. subúrbio. bicho. corrida de cavalo. Nextel. Tablet. vamos circular. circulando, rapaziada! subúrbio. subúrbio. subúrbio...

Nenhum comentário:

Postar um comentário