sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Mas Continuo Doido...

Ele vende carro pra caramba. Tem maior lábia. Não terminou o ginásio, mas lê o jornal O Globo para conversar com os clientes. Já roubou som de carro, fumou e cheirou. Hoje fuma tabaco, toma uma antes do almoço e outra depois do expediente. Batuca Jorge Aragão no volante enquanto fala comigo. Ele se veste bem e comenta do perfume: conhece esse? Antigamente saía fantasiado no Cacique de Ramos. Cumprimenta todo mundo na rua. Toca pandeiro, e joga aquela pelada quinta à noite. Domingo vai com a "preta" e o filho na casa da cunhada, que faz o feijão do jeito que ele gosta. Joga na maquininha, no bicho, tem sorte em tudo, até nas cartas. Além de ser perito na sinuca. De maneira que já vi a rapaziada do morro abandonar a mesa para não jogar com ele; que entre um pagode e outro, diz: larguei a vida doida, mas continuo doido.

Um comentário:

  1. O capítulo 22 do livro "Todo mundo é Jhow!", de Delano Valentim II, está disponível para download. Leia algumas páginas do primeiro colocado na categoria romance do "Edital Novos Autores Fluminenses - 2010/2011" da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro: http://www.mobileditorial.com.br/?p=397

    ResponderExcluir